Leitura do Rosto
Saiba mais a respeito dos traços de seu rosto.

Leitura do Rosto






Seu rosto fala por você,
Saiba mais!

Fisiognomonia

Galeria de Fotos

Podcast

Área do Usuário

Eventos & Palestras

A Grafologia e o Amor

Vida Saudável

Vida Saudável

Nosso Livro

Pensamento do Dia ( TWITTER)

A Percepção da Vida
Artigos - Artigos
Ela é estratificada, como se fosse um edifício de vários andares, e a maior parte das experiências que temos, de tão profundas, são inacessíveis à nossa percepção tradicional.

Vivemos uma realidade que não pode se resumir naquilo que se acha, pensa ou constata, muito menos no que nos faz sair do sério, que causa preocupação ou desgaste. Essa é uma pequena parte de tudo que realmente acontece em nosso interior. A existência é algo que transcende a nossa capacidade intelectual de expressá-la.

Se vivermos as experiências dando mais abertura a nós mesmos, veremos que o sentido também se amplia e que, desta forma, não nos sentiremos tão limitados e aprisionados.

O amor, por exemplo. A maioria das pessoas pensa que o amor serve somente para trazer prazer, plenitude e realização, mas também traz: desgosto, frustração, mágoa, ressentimento e desgaste. A função do amor é provocar-nos a produzir, crescer, conscientizar, evoluir e a transcender a nós mesmos. Toda impressão que se tem se transforma, de forma lenta e gradual, a partir do momento em que o amor se aloja em nosso coração, tornando-nos pessoas inteiras, corajosas e fortes naquilo que buscamos. Desta forma, poderemos nos desenvolver através do sentimento e da experiência do amor.

O amor é troca, e a troca só é possível se o eu existir, isto é, se não nos anularmos como pessoas em nome do amor. Quando estabelecemos uma relação de medo com a vida não permitimos que a força do amor possa conduzir-nos a uma corrente muito maior, que atravessa constantemente o universo. Se permitirmos que o amor aflore e flua, permitiremos também que esta manifestação entre na corrente de amor universal e, com isto, nos tornaremos pessoas mais identificadas com tudo que existe de superior. Portanto, quando colocarmos o antônimo do amor, o medo, inibindo a manifestação do amor, esta corrente é bloqueada, excluindo-nos dos benefícios que poderíamos vir a ter. Quanto mais tempo permanecermos atuando no mundo e na vida em função do amor, mais estaremos sendo conduzidos por essa corrente e maior será nosso movimento, crescimento e evolução.

O que é necessário para sairmos da concha?

Perceber que a existência não é isolada. Nossa vida depende da vida das outras pessoas, pois, tudo que fizermos ou não para nossa evolução, influenciará diretamente os outros. Tomemos como exemplo uma flor que, ao desabrochar, lança no ar uma grande quantidade de seu pólen. Assim ocorre conosco quando colocamos amor real em nossa existência. Ao lançar esse amor no ar, todos ao redor são beneficiados, principalmente nós mesmos que nos impregnamos desta sensação maravilhosa de felicidade, alegria, fé e de sintonia com algo sublime.

Permita-se ter esta sensação!

Como mudar sua história?

Agora é com você.

Comece por abrir seu coração, receber e dar um bom dia repleto de boas intenções, por exemplo.

Você dirá: Isto não paga minhas contas e nem me fará mudar de emprego. Não, mas fará com que você entre na corrente, fique em sintonia e mude sua história de vida.

Esse vai ser o nosso caminho, nosso ponto de partida. Esse é o meu convite. Vamos juntos reverenciar a vida, crescer e compartilhar.